GESTÃO FINANCEIRA – O MAPA PARA O SUCESSO DO SEU NEGÓCIO

<![CDATA[Uma boa gestão financeira é o que diferencia uma empresa de sucesso de outras que rapidamente decaem no mercado, especialmente quando o negócio está começando a dar seus primeiros passos, afinal, este é sempre um momento de incertezas.
O mesmo se aplica as micro e pequenas empresas, pois é comum que elas sejam geridas por apenas uma pessoa ou um pequeno grupo de sócios e é ainda mais corriqueiro que eles terminem por acumular funções, o que pode acarretar descuidos na gestão financeira. 

Como fazer uma gestão financeira eficiente

Não existe uma receita única para realizar uma gestão financeira eficiente, afinal, cada negócio possui sua própria configuração e, consequentemente, suas próprias demandas.
Porém alguns procedimentos são valiosos e aplicáveis aos mais diferentes tipos de negócio e, por isso, vale a pena conhece-los:

  1. Assessoria contábil

Como diz a sabedoria popular, não adianta tentar abraçar o mundo, logo, a possibilidade de delegar determinadas tarefas ou mesmo um setor inteiro a um time de especialistas é altamente vantajosa e muito mais econômica, já que descuidos podem gerar ônus à empresa. 
Uma boa assessoria contábil permite que assuntos burocráticos e, muitas vezes, complexos fiquem sob o cuidado de profissionais experientes, tais como controle de tributos, elaboração de planos de conta, de balanços patrimoniais, emissão de certificados digitais, dentre outros;

  1. Tecnologia a serviço dos negócios

Os aplicativos são grandes aliados na hora de gerir financeiramente um negócio e muitos deles são gratuitos, por isso, vale a pena utilizar a tecnologia para auxiliar a administração financeira da empresa, especialmente as de micro e pequeno porte.
Por meio dos aplicativos é possível criar alarmes para não esquecer o pagamento de contas e tributos, controlar o fluxo de caixa, as entradas, saídas, despesas e ganhos fixos e variáveis.
Ademais, por estarem disponíveis no smartphone e conectados à internet, é possível acompanhar as movimentações financeiras em tempo real e na palma da mão;

  1. Sistemas de gestão

Contar com um sistema desenvolvido especialmente para sua empresa é uma solução que pode ser discutida entre os administradores e sócios e vista como um próximo passo a ser dado para que a gestão financeira seja feita de maneira centralizada. 
Aqui, recomenda-se utilizar sistemas que permitam, por exemplo, a feitura de conciliação bancária, emissão de notas fiscais, controle de fluxo de caixa e até mesmo de tarefas relativas ao RH, como controle de benefícios pagos aos colaboradores, encargos trabalhistas e salários.

Fim da papelada

O que se pode tirar das dicas apresentadas até agora é que a paisagem dos escritórios e centros administrativos mudou, isso significa que mesas atulhadas de papel, planilhas feitas à mão e arquivos complicados e empoeirados não são mais uma realidade.
A tecnologia, o uso de sistemas inteligentes e os aplicativos vieram para ficar e têm se mostrado aliados para uma gestão mais acurada das finanças. Por seu turno, contar com uma equipe de contadores é ideal para formalizar processos e realizar auditorias e análises.

E para as micro e pequenas empresas?

Para empresas menores e que não podem (ainda) contar com um sistema de gestão próprio ou mesmo contratar um ou mais contadores para realizar tarefas ligadas ao financeiro, o mais indicado é optar pelos aplicativos gratuitos e a contratação do serviço de contabilidade.
Isso significa que não é preciso contratar um contador em si, mas sim o serviço que ele irá realizar, o que implica na redução de encargos e maior economia para a empresa que, muitas vezes, está apenas começando a trilhar seu caminho no mercado.
A Gaffa conta com profissionais experientes e à disposição para prestar assessoria contábil, fiscal, trabalhista, legal, emitir certificados digitais e declarar imposto de renda pessoa jurídica e física, para que os gestores da empresa tenham mais tranquilidade em tocar os negócios.]]>

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Print
Email