Não fique com dúvidas! Saiba o que é IRRF

<![CDATA[O IRRF, mais conhecido como Imposto sobre a Renda Retido na Fonte, é um tipo de imposto que ainda causa muitas dúvidas, todavia, é preciso compreender muito bem como ele funciona, já que ele é um tipo de antecipação do IR, ou seja, do Imposto de Renda.
Tributo descontado de maneira totalmente direta dos rendimentos ou salários dos empregados por parte daqueles que os contratam, o IRRF também diz respeito a outros tipos de rendimentos, tais como:

  • os rendimentos do trabalho não assalariado pagos por pessoas jurídicas;
  • os rendimentos de aluguéis e royalties pagos por pessoa jurídica e os rendimentos pagos por serviços entre pessoas jurídicas (natureza profissional, serviços de corretagem, propaganda e publicidade) e
  • os rendimentos pagos, creditados, empregados, entregues ou remetidos a pessoas jurídicas domiciliadas no exterior por fontes situadas no Brasil – nesse caso, apresentam-se alíquotas variáveis de acordo com a natureza dos rendimentos.

Leia também: Como estruturar a área tributária da sua empresa

Como funciona o IRRF: entenda a sua base de cálculo e onde é possível encontrá-la

Mesmo com informações disponíveis do site da Receita Federal, entender como funciona o IRRF e promover a contratação de uma empresa especializada em assessoria para a realização do cálculo, como a Gaffa, que trabalha há anos no segmento de contabilidade e assessoria empresarial, é essencial para evitar erros!
Além disso, é importante lembrar que, a própria fonte pagadora possui o encargo de apurar, calcular e recolher esse imposto, por isso, é extremamente necessário entender com detalhamento como funciona o IRRF.
Mas como, exatamente, é feito o cálculo do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte?

  • o desconto mais comum é feito do salário de pessoas físicas, porém, o cálculo do imposto de renda segue uma tabela progressiva da própria Receita Federal;
  • é importante saber as diferentes faixas salariais, já que, até determinado valor, o pagamento do imposto é isento;
  • além da alíquota calculada, também pode ser feita uma dedução com relação a quantidade de dependentes que o trabalhador possui, sendo fixado um valor para cada um;
  • a base do cálculo se dá, normalmente, depois que a alíquota de contribuição do INSS é feita, entre 8% e 11%.

Além de saber como funciona o IRRF, é importante ter em mente que é possível realizar a sua restituição. Mas atente-se: nem todos os tributos recolhidos pela receita são deduzidos como IRRF.
Saiba mais: 03 bons motivos para contratar uma contabilidade especializada em pequenas empresas

A restituição do IRRF: como acontece?

Todos os anos, com a entrega das declarações do IR existe uma verificação de todos os rendimentos e todos os gastos, além dos salários. As deduções são calculadas e se tornam restituições que serão devolvidas aos contribuintes ou, em alguns casos, em impostos a pagar.
Dessa maneira, fica visível que o trabalho em conjunto com uma assessoria de contabilidade é imprescindível, é por isso que a Gaffa trabalha com assessoria fiscal para pequenas, médias ou grandes empresas.
Afinal, entender como funciona o IRRF faz com que saibamos exatamente o que acontece dentro de nossa empresa, mas isso não significa que estaremos atentos aos cálculos que, somente um profissional experiente pode garantir.]]>

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Print
Email